Monitoramento e coordenação de ONGS

Untitled-1

 

À BBC News Brasil, general Santos Cruz nega que governo Bolsonaro queira intervir em organizações da sociedade civil.

A nova atribuição da Secretaria de Governo de “coordenação”, “monitoramento” e “supervisão” de atividades de organismos internacionais e organizações não governamentais (ONGs) no Brasil, criada pelo presidente Jair Bolsonaro por meio de medida provisória, gerou reação da sociedade civil já na primeira semana da administração.

Em entrevista à BBC News Brasil, o ministro responsável pela nova tarefa, general da reserva Carlos Alberto dos Santos Cruz, disse que a intenção não é intervir em ONGs. “O objetivo não é de restrição, não é de influir no método de trabalho, não tem nada a ver. É simplesmente de coordenação e de obter melhores resultados”, afirmou.

Fonte: noticias.uol.com.br/

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INSCREVA-SE