Posted by: In: Audisa por Audisa 05 abr 2019 Comentários: 0 Tags: , ,

Untitled-2

 

Untitled-1

Posted by: In: Audisa por Audisa 19 out 2018 Comentários: 0 Tags: , ,

Untitled-1

 

Falta agora menos de um mês para o final definitivo dos boletos sem registro, incluindo aí os boletos que as organizações da sociedade civil enviam para receber as doações de seus financiadores.

A partir do começo de novembro só poderão ser enviados os boletos chamados “registrados”, ou seja, que tenham sido efetivamente lançados em uma plataforma criada especificamente para isso pela Federação dos Bancos do Brasil – FEBRABAN.

Isso vai acontecer, infelizmente, sem existir ainda a previsão da criação do boleto de doação: todas as organizações serão obrigadas a emitir boletos de pagamento, que sabidamente não atendem a nossa realidade e as características do trabalho de captação de recursos.

ABCR está atenta a isso e, eleito o novo Congresso, retomará o trabalho de incidência política (advocacy) para fazer avançar em Brasília o Marco Bancário da Doação, proposta que permitirá o reconhecimento formal da doação como transação financeira.

A partir daí, estará aberto o caminho, dentro do Sistema Financeiro Nacional, para a criação de produtos específicos para o nosso setor, como boletos de doação, débito recorrente da doação em conta bancária, doação interbancária, protocolos para câmbio de doação e muito mais.

As novidades você saberá por aqui, é só seguir nos acompanhando.

Fonte: ABCR

Posted by: In: Audisa por Audisa 22 set 2017 Comentários: 0 Tags: , ,

Untitled-1

 

Trazemos nesta edição do Boletim notícia sobre a publicação da primeira auditoria realizada em nossas demonstrações contábeis, uma iniciativa da ABCR com a Audisa, empresa de referência no setor.

A auditoria é uma grande conquista trazida pelo nosso Conselho Deliberativo, que tem apoiado o desenvolvimento de mecanismos que vão ampliar a transparência da associação, e o seu controle e acompanhamento pelos associados e pela própria comunidade de captadores e de organizações de todo o país.

Sabemos que o investimento em uma auditoria nem sempre se faz possível para uma organização da sociedade civil, mas entendemos que essa é uma ferramenta importante para elas também reforçarem o seu vínculo com seus doadores, com aqueles que as financiam.

Além da transparência e aproximação com os doadores, a auditoria é um processo importante para que a organização reveja os seus procedimentos financeiros internos, estude o que está errado, o que pode ser aprimorado, e o que eventualmente até precise ser implementado.

Da nossa parte, era uma obrigação passarmos a ser auditados. Afinal de contas, quem se dispõe a promover causas e bandeiras do setor, como nós, tem que dar o exemplo.

Não deixe, portanto, de dar uma olhadinha nos resultados, relatórios e atas da ABCR, em nossa página de transparência. Eles estão à sua disposição.

Fonte: ABCR

Posted by: In: Audisa por Audisa 11 maio 2017 Comentários: 0 Tags: , , ,
Posted by: In: Audisa por Audisa 21 fev 2017 Comentários: 0 Tags: , ,

Untitled-3

Prezados Clientes e Parceiros,

A AUDISA apoia esta iniciativa da ABCR, afinal, fundamental conhecer para agir.

Participe!

_________________________________________________

Nesta edição do Boletim da ABCR queremos te convidar para responder a duas pesquisas importantíssimas.

A primeira é aberta a qualquer organização da sociedade civil que já tenha assinado, com pelo menos um banco, um contrato de envio de boletos registrados. Quanto os bancos estão cobrando? Houve aumento em relação aos boletos não-registrados? Ajude-nos a conhecer a situação atual, para inclusive poder tomar medidas em defesa das organizações e do setor, apontando os abusos, se for o caso, e trabalhando para que os valores sejam justos para todos.

Já a segunda pesquisa é mais específica, dirigida às organizações paulistas que fazem parte do Programa Nota Fiscal Paulista. Desde 2008, mais de 650 milhões de reais foram transferidos do Governo do Estado de São Paulo para as 4.500 organizações que fazem parte do Programa, em valores “não-carimbados”. Agora, com o risco cada vez mais iminente do Programa ser desarticulado, é importante conhecer os benefícios sociais que ele tem, e com isso iniciar a estratégia de defesa das organizações.

São duas pesquisas. E são importantíssimas.

Se você se encaixar no perfil delas, não deixe de responder – os prazos são curtos. Caso contrário, divulgue-as, encaminhe-as, promova-as. Quantas mais respostas tivermos, melhor poderemos servir a todos.

* * * Ah, e para não deixar passar em branco: adiamos até esta sexta as inscrições no segundo lote do Festival ABCR 2017. Alguns dias mais, para que todos possam garantir o seu “descontaço”: 850 reais a inscrição (510 para membros), pelo mais importante evento brasileiro sobre captação de recurso para ONGs. Aproveite!

As organizações da sociedade civil brasileiras foram surpreendidas com a notícia, na última sexta-feira, de que o governo federal enviou ao congresso um projeto de lei para cobrar imposto de renda sobre as doações recebidas.

Imposto de Renda? De organizações que já têm que pagar ITCMD para os governos estaduais? Sim, exatamente isso: dois impostos, um único fato gerador, a doação.

E porque logo a doação, que é um ato altruísta e voluntário, que contribui para fazer um país melhor para todos, ser tão taxada no Brasil?

De fato, a notícia da nova cobrança foi surpreendente, mas o que não surpreende é o desconhecimento geral que existe sobre as organizações da sociedade civil, e inclusive sobre como nos financiamos.

A doação não é um complemento da receita das organizações, e sim parte fundamental do nosso próprio modelo de financiamento. E o trabalho de pensar na estratégia de como conseguir as doações, se relacionar com os doadores (e muito mais) é tão importante que existe até uma profissão de especialistas nisso: os captadores e mobilizadores de recursos!

Não dá mais para aceitar esse desconhecimento. Temos que cada vez mais nos mostrar para a sociedade, para o governo, para as empresas, para a imprensa, e etc., como atores fundamentais para que alcancemos um país mais justo e democrático para todos.

Precisamos explicar como nos financiamos e como atuamos. Precisamos ser transparentes, precisamos nos comunicar. E não podemos ficar em silêncio quando, pouco a pouco, somos prejudicados por ações e iniciativas como essas que impõem mais impostos e obrigações desmedidas às organizações da sociedade civil.

Esperamos que o projeto de lei do governo não “vingue”, mas não vamos ficar parados para ver. Uma carta ao Ministério da Fazenda está a caminho, e vamos nos mobilizar para evitar que a taxação das doações seja aprovada.

terceirosetor-contabilidadedoterceirosetor-auditoriaterceirosetor-audisa-abcr-magicpaula

Com objetivo de trazer ainda mais informações para o público do terceiro setor, a ABCR trará uma palestra magna com a campeã do basquete, e uma das maiores atletas brasileiras, Magic Paula, no dia 4, às 18 horas . A atleta abordará sua trajetória pessoal e as inspirações que a levaram a liderar esse novo projeto, inclusive abordando a captação de recursos.

Depois de se aposentar das quadras liderou iniciativas relevantes na administração pública, até fundar o Instituto Passe de Mágica, que tem como objetivo desenvolver atividades de esporte educacional, oferecendo a prática lúdica do basquete e diversas atividades complementares a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

A Audisa, que é patrocinadora do evento, convida seus clientes e amigos para visitar o estande da empresa e ver essa importante palestra com informações relevantes ao terceiro setor.

Venha nos visitar! Estaremos todos os dias, a partir das 15h, em nosso estande.

Palestra com a campeã do basquete Magic Paula, marca inicio da ABCR 2016

audisa-abcr-terceirosetor-auditoriaterceirosetor-contabilidadeterceirosetor-evento

 

Apoiando os debates sobre captação de recursos para organizações da sociedade civil, a Audisa atua como patrocinadora do 8° Festival ABCR, que acontecerá em São Paulo, entre os dias 4 e 6 de maio.

O festival organizado pela Associação Brasileira de Captadores de Recursos é destinado a gestores que busquem conhecimento sobre a captação de recursos para atingir sustentabilidade financeira, profissionais que desejem compartilhar experiências, acadêmicos, estudantes, pesquisadores e demais interessados em conhecer a atual situação da mobilização de recursos.

O festival contará com um total de 100 horas de conteúdo e contará com 40 palestrantes e 6 masterclasses para os interessados em determinados assuntos, tratados com maior profundidade. Espera- se que 500 pessoas participem do evento.

Uma das metas principais do ABCR é manter um trabalho que assegure a credibilidade das organizações e apoie as organizações sociais com a finalizada de gerar uma sociedade mais justa.

Confira a programação completa em: http://festivalabcr.org.br/programacao/completo/